quarta-feira, agosto 10, 2005

Olho a distância...


Olho a distância que teima em fazer-se ouvir e se torna curta, exígua ao meu sentir. Os passos reais ou apenas sonhados ressoam teimosamente nesta escada infinitamente lenta ao afastar.
São daqui ou de lá, estas sombras estranhas, persistentes e solitárias que se afastam da minha proximidade?
Ou serei eu, figura intrusa de outro espaço e de outros passos?
Passo devagar,
alheia ao respirar,
iludindo assim a linha do tempo que teima em se desenrolar…

4 Comments:

Blogger Isabel said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

8:29 da tarde  
Blogger Susana said...

Quantas vezes não nos sentimos alienados da nossa própria vida e intrusos na nossa existência.. Adorei a imagem, uma escada difícil de subir, mas alcançável, tem de ser.. Beijinho, grande..

8:32 da tarde  
Blogger FataMorgana said...

Adoro a ambiguidade dos teus textos. Podemos lê-los sem entrelinhas, e são bonitos na mesma, mas se olhamos nas duas (ou mais!) direcções que se adivinham... perdemo-nos. E essa é a melhor forma de nos encontrarmos!
Beijinho para ti.

3:23 da manhã  
Blogger Jorge Moreira said...

Aqui está ela!
Tenho uma assim nesta perspectiva, mas aqueles dois seres dão uma outra alma à fotografia.
Parabéns!

10:44 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home