segunda-feira, maio 21, 2007

Ken Wilber - Uma teoria de tudo


No fim descobriremos, creio eu, a alegria inerente à própria existência, a alegria que emerge da grande perfeição deste momento e de todos os momentos, um todo maravilhoso em si mesmo, uma parte do todo seguinte, uma série em movimento de todos e partes que se sucedem numa cascata até ao infinito e nos são depois devolvidos, jamais imperfeitos e jamais incompletos porque sempre preenchidos pelo fulgor do agora. A visão integral, tendo cumprido o seu propósito, é finalmente suplantada pelo resplendor de um Espírito demasiado óbvio para ser visto e demasiado próximo para ser alcançado, e a procura integral triunfa finalmente ao abandonar a própria procura, que existe para se dissolver numa Liberdade radical e para consumar a Plenitude que sempre existiu, pelo que abandonamos uma teoria de tudo simplesmente para sermos Tudo, em união com o Todo nesta infindável consciência que ergue carinhosamente o Kosmos na palma da mão. E é então que o verdadeiro Mistério se revela, o rosto do Espírito sorri secretamente, o Sol nasce no nosso próprio coração e a Terra torna-se o nosso próprio corpo, as galáxias percorrem-nos as veias enquanto as estrelas iluminam os neurónios da nossa noite, e jamais voltaremos a procurar uma mera teoria daquilo que é já o nosso Rosto Original.

Ken Wilber, Uma teoria de tudo

Avusa, passou-me um "meme"!

'Um "meme" é um "gen ou gene cultural" que envolve algum conhecimento que passas a outros contemporâneos ou a teus descendentes. Os memes podem ser ideias ou partes de ideias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida enquanto unidade autónoma. Simplificando: é um comentário, uma frase, uma ideia que rapidamente é propagada pela Web, usualmente por meio de blogues. O neologismo "memes" foi criado por Richard Dawkins dada a sua semelhança fonética com o termo "genes".' (definição que circula com a corrente).

O "meme" que escolhi é de um pensador extraordinário e criativo. Também ele fala de "memes" no seu livro: Uma teoria de tudo! Um livro a não perder.

O meu legado fica para:

Miosótis

3 Comments:

Blogger Avusa said...

lindo!!!
Não conheço o autor embora já tenha visto esse livro nas livrarias... Confesso que sempre me tentou.

9:36 da manhã  
Blogger MiguelGomes said...

Bom fim-de-semana :)
Miguel

1:53 da tarde  
Blogger Negra said...

Caro(a)s Bloggers,


A NEGRA TINTA EDITORIAL tem o grato prazer de lançar a obra “CÂMARA ESCURA (revelação), do poeta Joaquim Amândio Santos, com prefácio de António Lobo Xavier.

Sendo esta obra mais um trabalho nascido de um escritor cuja carreira foi lançada na blogosfera, a exemplo das edições previstas e possíveis no futuro próximo desta editora, será importante contarmos com a honra da presença de bloggers nas diversas acções de lançamento da obra.

Nesse sentido, solicitávamos indicação de morada ou preferência por receber o convite por mail para negratinta@gmail.com, bem como qual dos eventos escolhem para nos honrar com a sua presença.

Lançamento e Apresentações:

31 de Maio Funchal
8 de Junho Penafiel
14 de Junho FNAC Norteshopping, Porto
28 de Junho FNAC Chiado, Lisboa
5 de Julho FNAC Coimbra


Aproveitámos ainda para solicitar que qualquer manuscrito que entendam colocar à consideração desta editora para possível publicação, seja enviado por este mail, ao meu cuidado, estando previsto editarmos até 4 obras, nascidas na blogosfera, até Março de 2008.

Saudações Literárias,

Nélia Maria Pereira
Edições e Comunicação
NEGRA TINTA EDITORIAL

3:42 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home