domingo, maio 04, 2008



Aqui, onde o ouro se perde por entre mãos rotas de choros convulsivos,
Aqui, perto do coração de neve estreado de linhas de saudade onde tu emerges sem sombra,
Aqui, na luz azul de um poema interdito, longe das palavras certas e perto do círculo errado,
Aqui, perdida no caminho traçado, cuidadosamente ensaiado...

É cedo ainda na noite clara...
É tarde na madrugada escura...

Dispo as palavras, pinto as sombras e busco a ausência que me trará!!

1 Comments:

Blogger Cila & Di said...

Lindas...a foto e a poesia!
Beijo da Cila

3:54 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home