terça-feira, abril 04, 2006

Lembras-te?...



Se me vires imóvel, de raízes fixas,
lembra-te que posso ser árvore…
Se me procurares pelo adocicado da tarde
pertenço à alma da floresta…
E talvez no silêncio entendas
o que as palavras te escondem…

São milénios de rostos nesta alma companheira que te conheço…
Lembras-te?!!!...

4 Comments:

Blogger Medusa Azul said...

lindíssima fotografia do silêncio deste templo-floresta, onde compreendemos muitas vezes o que as palavras escondem...
:)
Beijinhho

1:06 da tarde  
Blogger Jorge Moreira said...

Tenho uma vaga noção disso...
Continuação de um texto muito belo!
Beijinhos,

10:08 da tarde  
Blogger OrCa said...

Difícil a arte de entender silêncios neste tempo de tantas palavras vazias a encherem-nos a vida só de ruído... Melhor ser árvore, então, cheia desse saber que nasce da terra.

Beijos.

12:24 da manhã  
Blogger Susana said...

Que bonita imagem, ser árvore, de ramos abertos, imagem deliciosa.. Beijinho, grande..

1:01 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home