segunda-feira, agosto 18, 2008

É este o meu lar...



Ainda é cedo para esquecer o corpo cansado na porta entreaberta do olhar. Mas chama a alma cansada de esperar. Sigo nos dois, viajante acompanhada de dia e noite, morte e vida, partir e voltar. É este o meu lar.

1 Comments:

Blogger RB said...

Apesar de tantos paralelismos contraditórios, parece-me a forma da perfeição.

4:32 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home